21 dezembro 2013

John Lennon & Yoko Ono, de James Woodall

Enredo

   John Lennon, como todos sabem, foi um dos Beatles, e Yoko Ono, sua esposa, atualmente viúva, foi considerada como uma das causas do fim da banda. 
O livro conta a história do casal Lennon-Yoko com base em outras biografias e entrevistas em 179 páginas.  Este é mais um livro que faz parte da Coleção Casais Gryphus.
   John Lennon e Yoko Ono, pela história convencional, se encontraram pela primeira vez na Indica Gallery quando ela estava fazendo uma exposição. Depois disso, eles ficaram juntos, mesmo John estando com Cynthia e Yoko com seu segundo marido. Quando eles se separaram de seus respectivos cônjuges, assumiram a relação e se casaram em 1969. Tiveram um filho (antes Yoko já tinha sofrido um aborto).
   Eles sempre ficaram muito parecidos um com o outro estética e intelectualmente em todas as fases, desde o início até os últimos momentos de vida de Lennon.
  Os principais temas do livro são as drogas que os dois utilizavam e suas ações pela "paz", principalmente contra a participação da Inglaterra na Guerra do Vietnã.

Comentários

   Não sabia quase nada sobre os Beatles, John Lennon e muito menos sobre a Yoko. Só tive vontade de ler este livro quando um antigo amigo meu, fã dos Beatles, me falou que a última esposa de John era tudo de ruim.
   Acredito que a única função deste livro é mostrar que Yoko está sim relacionada ao fim da banda, mas que não é a única causa da se paração de Paul, Ringo, George e John.
   Uma coisa que me irritou profundamente foi a falta de ritmo do livro. De vez em quando, a leitura está super interessante, porém, de uma hora para a outra, o texto parece que não anda e dá a vontade de jogá-lo no lixo. Tirando este detalhe que percorre toda a obra, o livro chega a ser uma boa "biografia".
   O capítulo intitulado "Dezembro de 1980" faz um resumão sobre todo o livro e mostra detalhadamente o passo a passo da morte de John. Para mim este foi o melhor capítulo.

[...] Quando Lennon apareceu na calçada, Chapman lhe mostrou o seu álbum, no qual John Lennon escreveu: "John Lennon 1980". [...] Depois que Lennon se foi, Mark Chapman [...] continuou ali, mas o vigilante , um cubano, não levantou suspeitas sobre o caso; não era nada fora do comum que fãs permanecessem em frente ao Dakota, dias e noites seguidos. Às 22h50 chegava a limusine dos Lennon . [...] Quando Lennon se preparava para passar pela porta de entrada, Chapman o chamou à uma distância de aproximadamente dois metros: "Mr. Lennon?" Ele se virou, [...] Chapman disparou cinco vezes. [...] As duas primeiras balas atingiram Lennon nas costas e o atravessaram. Duas outras balas o atingiram no pescoço e no ombro, a últimas de perdeu.
Pág. 161

   O autor abusa das frases e parágrafos de outras pessoas e deixa o livro com cara de "O Segredo", da Rondha Byrne. Mas ao mesmo tempo é rico em detalhes sem esconder nada aos leitores, como nas frases abaixo: 

[...] Todas as canções de Lennon nesta nova produção [Álbum Branco] conjunta dão o testemunho do que acontecia nos anos de 1968: a maioria tem Yoko como tema. Uma delas, Happyness Is a Warm Gun é a música mais ricamente alusiva ao sexo que ele já tinha escrito (naturalmente proibida pela BBC). Não é o único exemplo de menção ao sexo: "Os olhos parados enquanto suas mãos estão ocupadas / diante dos olhos o tempo todo" é uma referência à masturbação, e podem ser encontrados muitos outros trechos, que colocam um fim à privacidade da sexualidade [...]
Pág. 76

Mesmo depois de 1969/70 Yoko e John saiam para "fazer coisas inacreditáveis". Em um dos filmes experimentais que o casal apresentou naquele outono, o pênis de Lennon podia ser observado em processo de ereção. Deste filme, restou apenas o comentário de duplo sentido, mesmo que indesejado que Yoko fez em uma entrevista coletiva no escritório da Apple: "Os críticos negaram a tocá-lo".
Pag. 97

Autor

   James Woodall: Nascido em 1960, em Londres, estudou em Oxford e trabalhou durante cinco anos como editor. Desde 1991 é escritor e jornalista free lance. Publicou In Search of the Firedance: Spain trought Flamenco e A Simple Brazilian Song: Journeys through the Rio Sound. Recentemente [1999] foi lançado no Brasil seu livro O Homem no Espelho do Livro sobre Jorge Luis Borges. Desde 1996 o autor vive em Berlim, na Alemanha.

Informações
John Lennon e Yoko Ono
Dois Rebeldes - Uma Lenda Pop
James Woodal



Original: John Lennon und Yoko Ono. Zwei Rebellen - eine Poplegende
Tradutora: Briguitta Waldback Aragão
Editora: Gryphus
Ano: 1999
Nº Páginas: 179

Quando eles se encontraram em Londres, em novembro de 1966, Lennon era uma lenda viva e Yoko causava frenesi no cenário de Nova York. A partir deste encontro, eles encenaram seu amor como um Happening. Promoveram uma unidade entre erotismo e arte, revolucionando os costumes.






Um comentário :

Lara Melo disse... Responder

Sou mt fã dos Beatles,(apesar de nunca ter lido nada sobre eles), parece uma leitura interessante para as férias, vou pesquisar mais sobre o livro dps

whoisllara.com

Postar um comentário